A bússola afiada da nova diretoria da Sociedade Brasileira de Anestesiologia

Correspondendo a 57% dos votos válidos, foram cerca de dois mil os que elegeram a nova direção da Sociedade Brasileira de Anestesiologia, que pela primeira vez teve uma disputa para o comando da casa.

A gestão anterior teve muitas realizações e trabalhou exaustivamente deixando um grande legado; entretanto nota-se que talvez por estar extremamente dedicada a fazer a “máquina” rodar com excelência, desconectou-se de parte dos associados como ilustrou o processo eleitoral. Assim, perdeu o timing do empoderamenteo do indivíduo nos tempos atuais não conseguindo acompanhar adequadamente as redes sociais, as mídias, os memes, as opiniões coléricas mesmo sem razão, e a realidade de um profissional anestesiologista na frente de combate assolapado por índices paradoxais de excelência e descontentamento, modernidade e burnout, conectividade e suicídio, etc.

Passado o processo eleitoral, durante a posse da nova diretoria, o clima era bem contagiante. Não diferente do otimismo que outros setores da sociedade ostentam atualmente, os gestores eleitos estão realmente dedicados a conectar indivíduos, desvendar novas fronteiras ficando mais próximos do anestesiologista, de suas necessidades e maneira de pensar. O mote do exercício 2019 é “O Anestesiologista e as Redes Sociais”.

(esq/dir) Nova diretoria SBA: Dr. Gualter Lisboa Ramalho – Diretor Secretário Geral; Dr. Marcos Antonio Costa de Albuquerque – Diretor Departamento Administrativo; Dra. Maria Angela Tardelli – Diretora Departamento Científico; Dr. Erick Freitas Curi – Diretor Presidente; Dr. Rogean Rodrigues Nunes – Diretor Vice-Presidente; Dra. Ana Cristina Pinho Mendes Pereira – Vice Diretora do Departamento Científico; Dr. Heber de Moraes Penna – Diretor do Departamento De Defesa Profissional; Dr. Augusto Key Karazawa Takaschima – Diretor Financeiro. (Fonte: SBAhp.com)

Além das inúmeras iniciativas de sucesso anteriores da SBA, como apoio jurídico profissional, educação continuada, exames profissionais e outras, alguns novos desafios vão fazer parte da pauta diária, como a presença nas redes sociais, o alinhamento com iniciativas de inovação, a aproximação e equidade com as escolas de ensino e residência médica, educação continuada mensurável, e a inclusão do profissional anestesiologista no contexto digital do armazenamento e análise de dados perioperatórios com foco na gestão da informação em tempo real.

Dr. Diogenes Silva, CEO da Anestech Innovation Rising (E) e Dr. Erick Curi, Diretor Presidente da Sociedade Brasileira de Anestesiologia (D).

Particularmente eu gostei muito do que vi e ouvi. Não apenas da diretoria da SBA, mas também nas falas dos presidentes de regionais, que mencionaram termos em seus discursos como design thinking, experiência do usuário, tecnologia, união e até um bem-vindo louvor a Deus e Nosso Senhor Jesus Cristo. Ouvir, inovar e transformar de maneira mais inclusiva com a mesma qualidade e dedicação já solidificada pelas gestões anteriores é o novo tom que o colega Erick Freitas Curi assume como missão de maneira empolgada no comando da instituição com uma diretoria experiente e dedicada ao seu lado.

Apesar de eu ter escutado também nos corredores da cerimônia de posse que nem toda a diretoria eleita possui expertise com a tecnologia, isso não esmoreceu meu entusiasmo, pois a inovação me ensinou que nós podemos realizar qualquer coisa quando aceitamos que não precisamos saber de tudo.

 

Se a SBA conseguir manter durante o ano a energia em um processo de inovação aberta, permitindo que além das sólidas bases construídas também iniciativas descentralizadas e tecnológicas incrementem em larga escala o cotidiano do anestesiologista, certamente alcançaremos metas audaciosas no que tange a segurança do paciente, valorização profissional, satisfação pessoal e associativismo.

Nós da Anestech apoiamos essa maneira de pensar e agir, assim como apoiamos todas as iniciativas que tenham como objetivo impactar a saúde das pessoas através de cirurgias mais seguras, incentivando uma atuação da anestesiologia mais assertiva, valorizada, descansada, atualizada e de posse de ferramentas tecnológicas que melhorem a gestão da informação perioperatória.

Avante!

 

Por: Dr. Diogenes Silva


Autor:

Diogenes é anestesiologista, sócio-fundador e CEO da Anestech Innovation Rising, startup ganhadora de vários prêmios nacionais, investida pelo Laboratório de Inovação do Hospital Albert Einstein - Eretz.bio - e incubada no MIDI Tecnológico ACATE em Florianópolis.

Posts relacionados

30/01/2019

Anestesiologia e Automatização

25/01/2019

Anestech Como Marca

25/11/2018

Anestesia 4.0 por quem faz: Dr. André Emerich

22/11/2018

A Nova Fronteira da Anestesiologia