Junho vermelho – Mês do Doador de Sangue



O dia mundial do Doador de Sangue é comemorado no dia 14 de junho, determinado pela OPAS/OMS. A campanha lançada tem como objetivo homenagear os doadores de sangue, como também a sensibilizar os não-doadores sobre a importância e valor desta ação voluntária, responsável por salvar muitas vidas, diariamente.

A data criada pela OMS em 2014, foi datada em homenagem a data de nascimento de Karl Landsteiner, imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e diversas diferenças entre as várias tipagens sanguíneas. No Brasil, também se comemora o dia nacional do doador de sangue em 25 de novembro, que é outra oportunidade para realizar campanhas de conscientização e captar novos doadores.

Foto: Médico Imunologista Karl Landsteiner

Anualmente campanhas são realizadas com estratégias para conscientização da sociedade, com foco e necessidades diferentes. No ano de 2014, o tema tinha sido a maternidade – “Doe sangue para as que dão vida”; no ano de 2016 – “O sangue nos une. Compartilhe vida, doe Sangue”, gerando um vínculo do solidarismo do doador com o paciente. Neste mesmo ano, o Congresso Nacional aprovou a Lei 13.289/2016, que conferiu o Selo de Empresa Solidária com a Vida, para as empresas que criassem programas de esclarecimento e incentivo à doação de sangue e também de medula óssea.

Ainda assim, de acordo com estimativas do Ministério da Saúde, em 2017 o país recebeu 3,4 milhões de bolsas de sangue doadas e os hospitais realizaram aproximadamente 2,8 milhões de transfusões de sangue. Aproximadamente 66% destas doações são realizadas de forma espontânea, sem necessidade de campanhas e incentivos sociais, o que não impede de órgãos públicos e setores privados realizarem periodicamente, e não só no mês de junho, ações e movimentos que estimulem a população a doar sangue.

A OMS informa que nos países de baixa e média renda (82% da população mundial), 43% das doações realizadas por novos doadores são feitas por doadores pagos ou por familiares de pacientes que fazem a reposição nos hemocentros. O objetivo da OMS é que até o presente ano, os doadores de sangue necessários para suprir a demanda de cada nação seja 100% voluntários. Mundialmente, 92 milhões de pessoas doam sangue anualmente, sendo que 45% são menores de 25 anos de idade e 40% são mulheres. A OMS quer expandir este universo de doadores, encorajando outras pessoas a praticar este ato.

Em tese esta data é uma maneira de fortalecer que a doação seja altruísta e que haja doadores regulares, garantindo a provisão de sangue seguro aos que precisam de transfusões. E você, já fez a sua parte? Doe Sangue!

A Anestech apoia a campanha e deseja que mais vidas sejam salvas por este ato pequeno e gesto único de solidariedade e empatia ao próximo.

Quer saber se você se encaixa no perfil de doadores?

Acessa o link e veja os critérios de doação:

REFERÊNCIAS

OPAS/Brasil. 14 de Junho: Dia Mundial do Doador de Sangue. Disponível em: <https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=4646:14-de-junho-dia-mundial-do-doador-de-sangue-3&Itemid=838>.

PREFEITURA MUNICIPAL DE JERICOACOARA. Dia mundial do doador de sangue. 2019. Disponível em: <https://www.jijocadejericoacoara.ce.gov.br/informa.php?id=106>.

HOSPITAL DAS CLÍNICAS DA FACULDADE DE MEDICINA DE BOTUCATU. Dia 14 de Junho é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue. 2016. Disponível em: <http://www.hcfmb.unesp.br/dia-14-de-junho-e-comemorado-o-dia-mundial-do-doador-de-sangue/#:~:text=A%20Organiza%C3%A7%C3%A3o%20Mundial%20de%20Sa%C3%
BAde,ajudam%20a%20salvar%20vidas%20diariamente
>.

GALVÃO, C. MEDPLUS. 14 de junho – Dia Mundial do Doador de Sangue. Disponível em: <https://www.medplus.com.br/14-de-junho-dia-mundial-do-doador-de-sangue/>.

ONU NEWS. ONU destaca importância de sangue seguro para todos em dia mundial. 2019. Disponível em: <https://news.un.org/pt/story/2019/06/1676281>.

CALIGARI, R. PEBMED. Dia Mundial do Doador de Sangue: Brasil está acima da média de doação. 2019. Disponível em: <https://pebmed.com.br/dia-mundial-do-doador-de-sangue-brasil-esta-acima-da-media-de-doacao/>.


Tatiana Martins

Autor:

Tatiana é enfermeira, Mestre em Enfermagem e Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Federal de Santa Catarina (PEN/UFSC). Sua linha de pesquisa está voltada para a área cirúrgica, enfocando os cuidados preventivos às infecções hospitalares, visando a segurança do paciente.

           
Posts relacionados