O papel das healthtechs no cuidado com a saúde



A pandemia de Covid-19 evidenciou um fato que já deveria estar muito consolidado para todos. A saúde é o maior bem que se pode ter, e cuidar dela possui um valor quase imensurável. Sendo assim, ao passo em que cresce a preocupação sobre a estrutura dos centros médicos, aumenta, também, a necessidade de abordar o papel das healthtechs na saúde.

Salvar vidas é uma das tarefas mais nobres, e também das mais complicadas que se pode ter. O nível de tensão e complexidade de um procedimento médico é um desafio enorme para profissionais e instituições de saúde. A boa notícia é que vivemos um momento de constantes inovações tecnológicas e o setor da saúde não fica de fora!

Neste cenário, as healthtechs exercem um papel cada vez mais intenso e abrangente. São startups essencialmente voltadas para auxiliar o trabalho dos médicos e a gestão dos hospitais e outros segmentos da saúde. Elas buscam soluções tecnológicas para problemas em diversas áreas do setor, passando por toda a experiência de atendimento do paciente.

Neste post, você vai saber tudo que é mais importante para conhecer o funcionamento das healthtechs. O que são essas startups, seus impactos na saúde e como o mercado tem recebido esse novo segmento. Também vamos abordar os tipos de tecnologias que são colocadas em prática a serviço do cuidado com a saúde!

Entenda o papel das healthtechs na saúde

Heahtech, como o próprio nome em inglês define, significa a junção de saúde (heath) com tecnologia (tech). Ou seja, esse modelo de negócio busca a criação de ideias para soluções tecnológicas especializadas para o sistema de saúde. O papel das healthtechs na saúde é, a partir da modernização dos procedimentos, humanizar e dar mais eficiência ao atendimento médico!

Essas startups trazem tecnologias avançadas para municiar os profissionais de saúde de dados e dispositivos que auxiliam a tomada de decisão e reduzem a margem de erro. As healthechs abrangem todo o segmento e pode atender hospitais, consultórios médicos e laboratórios.

As atividades de uma healthtech possuem uma cobertura considerável dentro da realidade do sistema de saúde. As invenções têm o foco na otimização de serviços de saúde em diferentes etapas. Engloba a medicina preventiva e a preditiva, que busca identificar a predisposição que alguns pacientes têm a determinadas doenças.

A linha de desenvolvimento de uma healthtech também busca potencializar a medicina proativa, que visa um acompanhamento mais próximo e longo do médico com o paciente. Além disso, elas buscam soluções para personalizar cada vez mais o atendimento.

Portanto, essas startups procuram percorrer todo o sistema de saúde e seus processos, desde a prevenção e diagnóstico, passando pela própria gestão dos hospitais e buscando, por fim, tratamentos mais eficazes!

O impacto das healhtechs

O papel das healthtechs na saúde é solucionar problemas que antes pareciam impossíveis de se resolver no setor. Portanto, elas exercem um impacto enorme na realidade dos profissionais de saúde, no panorama de hospitais e outros segmentos da área. São inúmeros os benefícios para clínicas, laboratórios, além de serviços de autoatendimento.

As soluções tecnológicas das healthtechs possibilitam exames menos agressivos e mais eficientes. O uso da inteligência artificial em estudos genéticos, por exemplo, auxilia na prevenção e no diagnóstico de doenças, o que pode acelerar o tratamento e evitar danos maiores à saúde do paciente!

O tratamento do câncer também pode se tornar menos agressivo a partir de soluções tecnológicas. Com o uso da nanotecnologia já é possível diminuir ou até mesmo evitar a quimioterapia. Isso funciona a partir de um sensor de ressonância com nanopartículas que podem detectar o câncer com mais rapidez.

A tecnologia também está promovendo um salto de qualidade para a saúde a distância. A pandemia do novo coronavírus voltou às atenções do público para a superlotação dos hospitais. Um dos maiores problemas para os idosos, por exemplo, era o risco de contaminação ao entrar em contato com centros de saúde lotados de pessoas infectadas.

Neste sentido, as healthtechs apresentam dispositivos como a telemedicina, wearables e plataformas de autoatendimento. Essas soluções podem, em muitos casos, dispensar a necessidade de acionar o sistema de saúde físico ou, por meio de um aplicativo, monitorar o paciente até o momento exato em que ele pode precisar do atendimento presencial.

Além da IA e nanotecnologia, outros recursos tecnológicos já estão difundidos entre as healhtechs, que também possuem nichos diferentes. Algumas se especializam mais em ferramentas para exames, diagnósticos e tratamentos. Outras estão mais focadas na gestão hospitalar.

O fato é que, para atingir esse nível de abrangência, essas startups já contam com o auxílio da robótica, big data, machine learning, ou seja, o que há de mais atual em termos de tecnologia, com o objetivo de salvar vidas!

Saiba mais sobre os impactos do Machine Learning na saúde neste post publicado em nosso blog!

O panorama das healthtechs no mercado

As healthtechs têm como objetivo criar soluções tecnológicas para salvar vidas. Não é à toa, se diferenciam de startups que demoram e têm mais dificuldades para atrair as atenções do mercado. Segundo pesquisa publicada pela Deloitte, em 2015 o setor era avaliado em US$ 7.2 trilhões de dólares.

Segundo o Distrito Healthtech Report 2020, as healthtechs brasileiras empregam, juntas, quase 10 mil pessoas. O mesmo estudo aponta que 91,7% dessas startups possuem até 50 funcionários, o que mostra o estágio inicial em que se encontram as iniciativas deste setor.

Porém, os impactos produzidos pelas healthtechs no cuidado com a saúde mostram que a tendência é que o crescimento seja exponencial a partir do presente momento. Afinal, as startups contribuem para a redução do custo dos tratamentos, ajudam na regulação e compliance da gestão hospitalar e colocam a saúde no mapa da transformação digital!

Healthtechs Parceiras da Anestech

TOTVS: uma sturtup que cria soluções inovadoras para transformar o dia a dia das empresas e ajudá-las a superar os desafios de seus negócios. É a maior empresa de desenvolvimento de sistema de gestão do país, que investe em pesquisa e desenvolvimento para atender as exigências de diversos setores da economia. Uma empresa originalmente brasileira, que acredita no “Brasil que Faz” e apoia o crescimento de milhares de negócios e empreendedores, de norte a sul do país, por meio da tecnologia.

CM Tecnologia: é uma startup pioneira em sistemas de agendamento online, que, desde 2012, tem como objetivo desenvolver soluções para melhorar a experiência das pessoas em hospitais, clínicas e laboratórios. Considerada referência na jornada do paciente, a empresa investe em soluções integradas de tecnologia para a saúde e busca por constante inovação, desenvolvendo softwares que promovem maior eficiência e conectam instituições de saúde por todo o Brasil.

Baixe agora o e-book Inteligência de Dados na Saúde e veja os passos fundamentais para soluções integradas. Uma parceria da Anestech com a CM Tecnologia.

Ao entender o papel das healthtechs na saúde, conhecemos um vasto mundo de inovações tecnológicas que ajudam a salvar vidas. O desenvolvimento de ideias, que abrange diversas etapas e segmentos, pode revolucionar o setor à medida que as ferramentas são aperfeiçoadas e novos dispositivos são criados!

Quer saber mais sobre as diferentes soluções para a saúde criadas por healtechs? Acompanhe a Antestech no instagram!


           
Posts relacionados