Como implementar a transformação digital no hospital?



A tecnologia se transformou em uma aliada importantíssima para o setor de saúde. Hoje existem recursos tecnológicos que vêm modernizando o dia a dia dos hospitais e clínicas, trazendo mais eficiência e rapidez aos atendimentos e procedimentos médicos e diminuindo os gastos operacionais.

Mas como fazer a transição de uma instituição de saúde para o formato digital? Que práticas precisam ser adotadas para que hospitais e clínicas tenham êxito na transformação digital? A seguir, discutimos como implementar a cultura digital em hospitais e clínicas e os benefícios dessa mudança. Acompanhe!

 

Mudança digital pode ser aplicada em toda a rotina hospitalar

Com a incorporação das novas ferramentas tecnológicas, muitas instituições de saúde vêm trabalhando em modo totalmente digital, eliminando, por exemplo, o uso de papel em suas rotinas. Mas as mudanças vão além da digitalização de documentos e armazenamento de dados em nuvem.

Nos centros cirúrgicos, por exemplo, a tecnologia permite que os atendimentos sejam otimizados. Com as ferramentas tecnológicas, identificam-se horários e salas disponíveis para a marcação de cirurgias com mais rapidez.

Além disso, nos CCs pode-se trabalhar com prontuários e registros anestésicos digitais. A ficha anestésica, com dados fisiológicos e farmacológicos, é totalmente virtual. Ao acessá-la, o médico tem mais segurança para realizar procedimentos, pois os riscos de erros na dosagem ou tipo de medicamento diminuem consideravelmente. Com essas informações digitalizadas também é menor o tempo que o médico gastará para fazer o preenchimento do procedimento cirúrgico, podendo se dedicar ao monitoramento do paciente.

 

Implante soluções estratégicas para o funcionamento de hospitais e clínicas digitais

 Mudar o funcionamento de um estabelecimento de saúde do modelo tradicional para o digital requer algumas medidas que são fundamentais para o sucesso da empreitada. Tudo começa com a escolha dos melhores recursos tecnológicos. Para essa etapa, os gestores podem buscar as soluções no mercado, tendo a ajuda do setor de Tecnologia de Informação (TI) do estabelecimento.

Porém, na ausência de profissionais de TI atuando no hospital, pode-se contratar uma empresa de consultoria para auxiliar nessa etapa. Dessa forma, os gestores estarão mais seguros para escolher os equipamentos, softwares e serviços tecnológicos que possibilitarão a implantação do hospital digital. Também nesta fase é hora de levantar quais os custos financeiros e estruturais que a mudança exigirá.

 

Prepare as equipes para uma nova cultura de trabalho

Com a implantação de um hospital ou clínica digital haverá uma grande mudança na cultura da instituição. Não é missão simples transferir para o digital toda a expertise criada ao longo da história da instituição. Os tempos atuais exigem essa transição, mas ela precisa ser feita mantendo a qualidade de atendimento adquirida ao longo do tempo.

Neste novo contexto, todos os colaboradores – desde médicos, passando por enfermeiros e chegando a recepcionistas – vão se relacionar com os pacientes tendo a tecnologia como principal ferramenta. As marcações de consulta, os procedimentos realizados, as fichas do paciente, os controles administrativo e financeiro, tudo será feito com as ferramentas digitais.

Será uma mudança em grande escala e todos os colaboradores precisam estar preparados para assimilar essa transformação e contribuir para o sucesso dessa nova realidade. 

Uma das chaves desse sucesso vem dos líderes da organização. Os gestores do hospital precisam dar um suporte ativo a todos os colaboradores. Eles devem sentir que a transformação foi um projeto bem calculado e seu sucesso trará benefícios para todos, desde médicos até os funcionários do setor operacional.

Além disso, mais do que nunca, o hospital digital só será eficiente se houver uma excelente integração entre as áreas. As ferramentas digitais não funcionarão a contento se as equipes se mantiverem isoladas. O êxito só virá se houver uma conexão entre as áreas, com colaboração mútua.

Por fim, nada adiantará um hospital muito bem equipado tecnologicamente se os colaboradores não souberem usar todos os recursos oferecidos pelas ferramentas. Por isso é necessário investir na capacitação para que os funcionários não se sintam perdidos, conheçam todas as facilidades que podem vir das ferramentas implantadas e, assim, adaptem-se com tranquilidade ao hospital digital.

O treinamento digital é uma excelente opção para preparar os colaboradores para a nova cultura organizacional. A grande vantagem é que ele é feito à distância, oferecendo maior praticidade e possibilitando um controle do tempo destinado à capacitação.

Os colaboradores se familiarizarãofamiliarizam com as ferramentas digitais com as quais trabalharão acessando e-books e uma série de vídeos onde são apresentadas as funcionalidades dos recursos e como eles devem ser usados.

 

Implante um hospital digital sustentável e gaste menos

Com a aquisição das ferramentas digitais adequadas, uma equipe bem treinada e motivada o hospital digital tem todas as chances de oferecer um serviço de excelência.

Paralelo a isso, não se pode deixar de lado a preocupação com a sustentabilidade. É importante que o hospital digital trabalhe com os três pilares que fundamentam o conceito de sustentabilidade: o ambiental, o econômico e o social. A instituição deve se preocupar com sua rentabilidade, mas também cuidando do planeta e das pessoas. O hospital deve trabalhar para ser lucrativo, mas poupando a natureza e buscando o bem-estar social de seus pacientes.

A digitalização de documentos é um bom exemplo de uma prática sustentável. Ao adotá-la, o hospital elimina as anotações em papel e a impressão de documentos, reduzindo, também, seus custos. Junto a isso, a instituição tem um ganho de imagem junto a funcionários, parceiros e pacientes, pois passa a ser vista como um hospital que aposta em sustentabilidade.

Como se vê, a implantação de um hospital digital é uma tarefa complexa, mas que pode ser muito bem sucedida. Apostando na tecnologia como aliada é possível criar uma rotina hospitalar automatizada e fortalecer a instituição que terá como benefícios, entre outros, atendimento mais eficiente, redução de custos, segurança sobre os dados, decisões médicas mais assertivas e armazenamento confiável das informações dos pacientes.

Aprimore seus conhecimentos e conheça mais sobre o assunto acessando, 5 motivos para implantar a ficha anestésica digital.

 


           
Posts relacionados