Tecnologia para anestesiologistas: saiba quais os benefícios ao implementar



A área de saúde tem se modernizado continuamente com a transformação digital. E a anestesiologia é uma das especialidades que tem se beneficiado muito desse progresso. Usando ferramentas de tecnologia para anestesiologistas, a área vem sofrendo transformações que incluem desde o fim de documentos em papel passando por diagnósticos mais assertivos e rápidos até o aumento das chances de sobrevivência dos pacientes.

Sendo assim, a tecnologia se transformou em uma ferramenta importantíssima no dia a dia dos médicos anestesiologistas. Afinal, seu trabalho não permite margem de erro, tampouco informações inconsistentes ou dificuldade de acesso aos dados do paciente. Com os diferenciais tecnológicos, os grupos de anestesia estão identificando mais facilmente padrões, atuando com maior segurança e clareza nas tomadas de decisão.

A seguir, você vai entender em detalhes esses avanços alcançados pela anestesiologia por meio das ferramentas tecnológicas. Vai se informar sobre os benefícios que essa especialidade vem alcançando em relação à produtividade, segurança de dados, redução de custos, entre outros.

Acompanhe!

 

Tecnologia traça os melhores caminhos para o anestesiologista

Pode-se dizer que a anestesiologia mudou de patamar com as ferramentas tecnológicas, tamanho os benefícios alcançados. A partir do momento em que elas foram incorporadas à rotina dos médicos, os profissionais passaram a trabalhar com muito mais segurança nos diagnósticos e tratamentos.

Durante todo o procedimento cirúrgico, o anestesiologista registra e analisa os sinais vitais do paciente, documentando os parâmetros e elaborando a capacidade preditiva acerca dos efeitos dos anestésicos e do sucesso cirúrgico. Com a tecnologia, essa análise ficou muito mais assertiva.

De acordo com o médico anestesiologista Diogenes Silva, CEO da Anestech Innovation Rising, a tecnologia pode ser comparada a um GPS, que aponta a melhor rota a ser seguida pelas equipes de anestesiologistas: “Já observamos resultados que permitem uma capacidade preditiva de incidentes e eventos adversos, por exemplo, como o GPS de carro que nos mostra qual seria o melhor caminho a ser seguido levando em consideração as particularidades de cada caso”.

Essa segurança, vem, por exemplo, de ferramentas como o aplicativo AxReg, desenvolvido pela Anestech, uma ficha anestésica digital que reúne todo o procedimento executado pelo anestesiologista. Nela, constam dados da consulta pré-anestésica, do procedimento anestésico em si e do período após o procedimento cirúrgico.

Neste novo cenário, a produtividade dos médicos é muito maior, pois todo o prontuário do paciente está online e pode ser acessado de qualquer lugar. Além disso, os dados podem ser compartilhados de forma organizada e segura entre as equipes.

Graças à interoperabilidade  – método que permite que diferentes sistemas operacionais trabalhem de forma simultânea e se comuniquem, mesmo com suas distinções – as equipes médicas recebem informações transparentes e seguras, vindas de uma mesma fonte. As possibilidades de erros são muito menores, pois é possível acompanhar o histórico do paciente, os procedimentos realizados, fármacos ministrados e demais condutas.

 

Tecnologia garante segurança de dados para os anestesiologistas

Outro benefício que os recursos digitais trouxeram para a anestesiologia foi a garantia de que os dados do paciente estarão a salvo. Isso é fundamental! Pois o prontuário do paciente é um documento que precisa estar em segurança já que é o registro legal do relacionamento entre ele e a instituição de saúde que o atendeu.

A tecnologia permite que essas informações sejam reunidas em um sistema confiável por meio do armazenamento em nuvem de dados. Conhecido também como cloud computing, é um modelo de computação que reúne os dados online ou em nuvem. As informações são transmitidas e arquivadas em um sistema remoto. Os dados passam, então, por um gerenciamento, sendo também armazenados em backup e disponibilizados aos usuários por uma rede.

A segurança vem do fato de que o armazenamento é feito com tecnologias de criptografia e sistemas de senha eficientes, que permitem o controle total dos arquivos. E a segurança não apenas protege o acesso, mas garante que os dados não serão perdidos. Pois, há o backup completo de tudo que for lançado no sistema.

Além disso, o prontuário digital permite uma legibilidade total dos dados do paciente, diferentemente das informações registradas a mão, que podem conter, inclusive, rasuras.

 

Tecnologia reduz os custos dos procedimentos médicos

A economia é outra vantagem trazida pelas ferramentas tecnológicas e vem sendo primordial para as instituições de saúde. No tocante à anestesiologia, a tecnologia é uma grande aliada contra o desperdício nos centros cirúrgicos.

Os dispositivos que coletam, processam e fornecem dados com precisão, colaboram para o controle de tudo que será gasto para a realização de um procedimento cirúrgico. E tudo começa já na marcação da cirurgia. Ao acessar o cadastro digital do paciente, já se tem uma visualização geral das vagas e pode-se marcar a data do procedimento, evitando problemas com reserva de UTI´s, por exemplo.

Toda a solicitação de materiais e medicamentos usados na cirurgia também é feita a partir do acesso a esses dados. Dessa forma, o estoque de fármacos é feito com rigor, evitando que medicamentos faltem ou que sejam usados de forma desnecessária.

A ficha anestésica digital otimiza não apenas o procedimento cirúrgico em si, mas contribui para a gestão interna da instituição de saúde, indicando, por exemplo, os procedimentos que estão agendados, evitando problemas de logística e atrasos. O resultado é uma melhor experiência para o paciente e um alto padrão de qualidade na gestão do centro cirúrgico.

Percebe-se, portanto, que a tecnologia para anestesiologistas é essencial para o trabalho dos médicos. Os ganhos são em diversos níveis e contar com ela é essencial para a segurança das decisões médicas e a excelência no atendimento ao paciente.

 

Gostou deste artigo? Aproveite e aprimore seus conhecimentos e conheça mais sobre o assunto acessando “Como implementar a transformação digital no hospital”.


           
Posts relacionados